My Image

Desenvolvimento Humano

​​​​​​​Com estudos inicialmente focados na infância, o desenvolvimento foi, aos poucos, sendo entendido como o conjunto de mudanças que acontece com os indivíduos ao longo de todo o ciclo de vida. Esse conceito de um processo vitalício de desenvolvimento é conhecido como desenvolvimento no ciclo vital. Cada período de vida tem suas próprias características e nenhum deles é mais ou menos importante que o outro.


Da infância ao envelhecimento modificações acontecem de forma equilibrada, com fases de crescimento e declínio. Ora ganhando em alguns aspectos, ora perdendo em outros, de forma variável. O desenvolvimento é multidemensional e multidirecional, influenciado por fatores intrísnsecos, ou seja, do próprio indivíduo, como a hereditariedade e o amadurecimento dos sistema corporais, mas também por fatores extrísecos, ou do ambiente no qual o indivíduo está iserido e com o qual ele se relaciona, como por exemplo o perfil familiar e o nível socioeconômico e educacional individual. 


Portanto, cada pessoa desenvolve dentro de um contexto específico, e cada um influencia o seu contexto histórico e social, mas também é influenciados por eles. Eles não apenas respondem a seus ambientes físicos e sociais, mas também interagem com eles e os modificam. Isto faz com que possamos cooperar uns com os outros e estimular o desenvolvimento uns do outros.   

​​​​​​​Falar sobre fatores que exercem influência sobre nossa vida, saúde e desenvolvimento pode ser um assunto altamente complexo, pois vários são os fatores que exercem influência sobre estes parâmetros. Durante nosso desenvolvimento em todo o ciclo vital, as condições de saúde sempre receberam um papel de destaque e, durante muitos anos o estado de saúde de um indivíduo foi considerado a partir de uma visão biomédica, na qual a saúde era relacionada somente à ausência de doença. Com o passar do tempo, porém, observamos uma modificação deste raciocínio e hoje analisamos a saúde em um contexto biopsicossocial.


A Organização Mundial de Saúde, desde 1948, define saúde como "um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de condições ou doenças".  Características individuais, família, amigos, escola, grupos sociais e religiosos, cultura e educação, são alguns componentes que influenciam a saúde e o desenvolvimento de um indivíduo e, destes aspectos, gostaríamos de destacar e conversar um pouco mais com você sobre o papel da educação em saúde sobre o desenvolvimento individual. 

A Importância da Educação em Saúde para o Desenvolvimento

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Segundo informações colhidas no Boletim do Instituto de Saúde do Governo do Estado de São Paulo, a educação em saúde “é uma prática dialógica e que, portanto, se dá nas relações entre sujeitos sociais portando diferentes saberes, em diferentes espaços, públicos ou privados, podendo ser apresentada de maneira formal ou informal, utilizando-se de metodologias progressistas ou conservadoras”. Tais práticas educativas estão inseridas entre os compromissos dos profissionais de saúde, pois é extremamente importante que os mesmos não se restrinjam à assistência curativa, mas devem atuar em ações de caráter informativo, repassando e explicando hábitos e comportamentos saudáveis, que associados às experiências de vida de cada indivíduo, possam incentivá-los a assumir novas práticas e condutas, prevenindo doenças e agravos. 

​​​​​​​

Diante disso, os profissionais da equipe De Mãos Dadas - Educação e Desenvolvimento Humano vem contribuir com a prestação de serviços relacionados a informações em saúde, visando auxiliar e aperfeiçoar o desenvolvimento humano, em diversas condições de saúde.

Fatores que Exercem Influência Sobre Nossa Vida, Saúde e Desenvolvimento

Quem Somos

Nossa Missão

Somos uma equipe de profissionais qualificados, que quer contribuir com seu desenvolvimento pela educação em saúde. ​​​​​​​

Traduzir o conhecimento científico, tornando-o acessível à população e divulgar informações sobre cuidados em saúde e estratégias de promoção de desenvolvimento ao longo do curso da vida.

A promoção do conhecimento tem o poder de transformar vidas, pois ele gera os recursos necessários para que possamos tomar decisões mais apropriadas sobre nossa saúde e daqueles sob nossos cuidados, melhorando a qualidade de vida. 

Nossa Visão

​​​​​​​​​​​​​​No contexto da Saúde Brasileira observa-se a preocupação com a disseminação da informação de cuidados em saúde como forma de prevenir doenças e minimizar os agravos em saúde. O Sistema Único de Saúde (SUS), que tem como objetivo desenvolver ações assistenciais ou curativas e atividades de promoção da saúde e prevenção ao desenvolvimento de agravos. Neste contexto, observa-se que a promoção da saúde se faz por meio da educação. Estimula-se, através da divulgação do conhecimento acerca de algumas doenças ou de alguns cuidados que podem ser tomados, a adoção de estilos de vida saudáveis, o desenvolvimento de aptidões e capacidades individuais e a produção de um ambiente saudável. ​​​​​​​​​​​​​​


​​​​​​​A educação em saúde, portanto, pode ser compreendida como o princípio que busca orientar os indivíduos a agir de forma consciente diante de sua realidade cotidiana, pois se acredita que a informação que gera conhecimento exerce influência sobre as atitudes e comportamentos dos indivíduos e estas modificações, por sua vez, geram o aperfeiçoamento da qualidade de vida e de saúde do indivíduo.